Adaptação para os cinemas do premiado livro de Cristovão Tezza, O Filho Eterno tem como protagonistas Marcos Veras e Débora Falabella

Roberto (Marcos Veras), escritor ainda não publicado, está seguro de que o nascimento do filho é o marco para uma nova vida.  No entanto, ainda no hospital, ele descobre que terá de se acostumar com uma nova ideia  - ser pai de Fabrício, uma criança com síndrome de Down. A notícia provoca em Roberto uma enxurrada de emoções contraditórias e conflitos que acabam afetando sua relação com o trabalho e seu casamento com Cláudia (Debora Falabella). Numa jornada de 12 anos, entre obstáculos, conquistas e descobertas, se revela o significado da paternidade.

Baseado no premiado livro homônimo de Cristóvão Tezza e produzido por Rodrigo Teixeira, O Filho Eterno traz Marcos Veras, Débora Falabella e Pedro Vinicius como protagonistas dessa história.

- “Li o livro três vezes antes de aceitar o convite para dirigir. O tema era algo completamente desconhecido para mim. Depois de entender que se tratava de uma história de amor, uma redenção entre pai e filho, mergulhei no projeto” – revela o diretor Paulo Machline. “Queria entender como seria a dinâmica trabalhando com uma criança com Down. Vi filmes, documentários e li vários livros. Esse processo faz parte de uma preparação, de um entendimento que precisava conquistar. Pesquisei linguagens e vi a forma que diretores que admiro trataram esse assunto ou temas semelhantes. Com essas informações busquei a linguagem original do Filho Eterno. Foi um processo muito agradável e desafiador”, completa. 

O Filho Eterno, de Paulo Machline, já tem data para chegar às telonas: 1º de dezembro. O longa, que está concorrendo ao Troféu Redentor do Festival do Rio, conta a emocionante história do pai que precisa aceitar que o filho possui Síndrome de Down. 

 

Veja Também

IMAGE
(Warcraft) Gênero: Aventura – Origem: EUA/2015 –...
IMAGE
  Velozes e Furiosos 8 chegará aos cinemas em abril...
IMAGE
Com filme de abertura “João, o Maestro” estrelado por...