Novo sistema Windows 10 pretende dificultar a vida de quem gosta de piratear jogos no PC
 
 
O Windows 10 nem bem chegou aos usuários e já vem com certas surpresas. A maior delas é que, nessa nova versão do sistema, ele se dá ao direito de baixar “atualizações, ou alterações nas configurações, incluindo aquelas que podem impedir você de acessar alguns serviços, como jogos obtidos ilegalmente, ou usar hardware não autorizado” através do Windows Update. Esse aviso aparece assim que o usuário instala o novo sistema em seu computador. 
Isso quer dizer que com as atualizações automáticas da versão Home, o sistema poderá identificar e bloquear jogos piratas no PC do usuário sem que ele saiba disso com antecedência. Além dos jogos, o sistema alerta sobre hardwares, o que pode dificultar também a conexão com controles não licenciados. A nota que divulga essa informação não detalha quais hardwares devem ser incluídos nessa política, porém, é bom alertar que controles podem ser classificados como hardwares. 
Atualmente, os jogos para PC são os que mais sofrem com a pirataria por não possuírem um sistema tão rígido de identificação e bloqueio. Talvez a medida da Microsoft represente um novo fôlego à indústria de games para PCs que amarga tantos prejuízos com a pirataria. 

Veja Também

IMAGE
Entre os dias 19 e 21 de fevereiro, jogadores de Xbox One,...
IMAGE
Recém-lançado pela Bandai Namco, o novo game já é o...
IMAGE
  Distribuição: Electronic Arts • Desenvolvedor:...