Jogo é a sequência de Pesadelo - O Início, que teve mais de 2 milhões de downloads, consagrando-se como o jogo brasileiro mais baixado até hoje

Os fãs de games de terror terão sustos garantidos em 2016 com Pesadelo - Regressão, da desenvolvedora Skyjaz Games, de São Paulo. Narrado em Português, com opção de legendas em Inglês, este Survival Horror traz elementos do folclore brasileiro e está disponível para computadores PC e Mac. Seu antecessor, Pesadelo – O Início, teve mais de 2 milhões de downloads, consagrando-se como o jogo brasileiro mais baixado da história.

Pesadelo - Regressão é a sequência direta de Pesadelo - O Início, game lançado gratuitamente em 2013, que fez sucesso mundial após tornar-se viral entre grandes youtubers brasileiros e internacionais (incluindo o maior youtuber do mundo PewDiePie, que tem 40 milhões de inscritos). A grande popularidade conquistada pelo primeiro jogo da série ajudou a nova sequência a passar pela aprovação dos jogadores no Greenlight, comunidade em que usuários votam nos projetos que querem ver lançados no Steam, da Valve. Desenvolvido totalmente no poderoso motor Unreal Engine 4, Pesadelo - Regressão traz gráficos de primeira linha e representa um salto com relação ao antecessor, desenvolvido no motor Unity. A intenção da Skyjaz é que o jogo seja lançado também para o Playstation 4, futuramente.

A história de Pesadelo - Regressão gira em torno de Alex, um jovem comum, mas que não consegue lembrar-se de seu passado. Ele conhece Sara, uma cientista que o incentiva a ser cobaia em um programa de recuperação de memórias. Alex é conectado a um software que reconstrói memórias perdidas, recriando cenários e projetando-os através de sonhos. É aí que as coisas começam a dar errado para ele. Em um desses sonhos, Alex passa a ser perseguido por uma garota que ele atormentava na escola quando criança, e que, agora, busca vingança.

O jogador toma controle do personagem em um mundo sombrio e enigmático criado por sua própria mente, enfrentando problemas que ele preferiria manter esquecidos. Assim como no antecessor, não há armas. Com visão em primeira pessoa, o grande objetivo é manter-se vivo e desvendar os enigmas que levarão Alex a escapar desse pesadelo. Um cemitério, uma igreja obscura, laboratórios, florestas, mausoléus e escolas abandonadas são alguns dos cenários em que é preciso explorar buscando coisas e pistas que ajudem o personagem em sua jornada.

Entre as criaturas ameaçadoras desse pesadelo, estão elementos do folclore brasileiro, como a Mula-Sem-Cabeça e o Curupira. Eles fazem parte das memórias do personagem, por isso, sempre aparecem dentro de contexto durante a história. Alex precisará enfrenta-los e lidar com seus medos. Sempre com ele, carrega um cinto de utilidades com objetos coletados pelo caminho que podem ser úteis em algum momento, como chaves, isqueiro e plantas medicinais. Com ambientação sempre sombria, a lanterna torna-se uma importante aliada do jogador durante o decorrer do jogo, que pode apresentar uma surpresa indesejável atrás de cada beco ou porta. Os sustos podem acontecer a qualquer momento.

O trabalho de áudio contribui e muito para o clima de tensão. O jogo é completamente em Português, desde os menus e placas escritas de dentro dos cenários até às dublagens. A trilha e efeitos em pontos chaves garantem que os jogadores fiquem sempre atentos aos mínimos ruídos. A ambientação sonora dos cenários foi captada em locais reais, como fazendas, currais e escolas. Confira mais detalhes sobre o game em sua página oficial. O jogo está à venda nas plataformas Steam e Nuuvem. Veja o trailer abaixo:

Veja Também

IMAGE
Gênero: Ação; Distribuição: Ubisoft; Desenvolvedor:...
IMAGE
Quem teve um celular Nokia (daqueles tijolões) com certeza...
IMAGE
Trafegando em uma área nebulosa entre pirataria e...