Primeira a fornecer a tecnologia fora dos EUA, Globo lança a série Ligações Perigosas disponível no formato 4K HDR

Formato bancado pelos grandes estúdios de Hollywood e pelo YouTube, o 4K HDR começa a ganhar força fora dos EUA, onde é oferecido por Netflix, Amazon e Vudu em suas diversas plataformas digitais. Pionera fora do território norte-americano a oferecer o novo formato, a Globo deu início ao 4K HDR com o lançamento da série Ligações Perigosas no meio digital. A informação foi dada pela Variety.

O formato 4K já está no mercado audiovisual há algum tempo e oferece uma experiência muito mais interessante em vídeo do que o HD tradicional. O 4K, também conhecido como Ultra HD, tem resolução de 8,3 megapixels, quatro vezes mais que o Full HD. De acordo com o site TechTudo, o HDR é um recurso desenvolvido para que dispositivos eletrônicos gerem ou reproduzam imagens que apresentem cores mais vivas, com melhores níveis de contraste, tons claros com mais brilho e tons pretos mais escuros. É por esse detalhe – gerar e reproduzir – que o mesmo termo pode se referir à câmeras de foto e vídeo, capazes de registrar imagens com grande alcance dinâmico, ou a televisores e monitores, habilitados em aceitar esse padrão e reproduzir as imagens com maior qualidade de cor.

Para divulgar o formato e expandir o seu alcance, a Globo está fechando acordos para incluir o seu player (ou app) digital, o GloboPlay, em diversas TVs com a tecnologia 4K HDR, e já acertou com Samsung, Sony, Panasonic, LG e Philips. No Brasil, o formato está disponível apenas no GloboPlay, em VOD. Para que o usuário obtenha o melhor desempenho possível para o 4K HDR, é necessário ter o equipamento adequado.

Veja Também

IMAGE
DataTraveler 4000 G2 e DataTraveler Vault Privacy 3.0...
IMAGE
Mercado brasileiro de PCs sofre queda de 36% nas vendas em...
IMAGE
Cobertura exclusiva do festival estará disponível em mais...